A IMPORTÂNCIA DA MEMÓRIA E DA CULTURA NO MULTICULTURALISMO ESCOLAR:

como os conceitos ganham ênfase na disciplina de história por meio das legislações de ensino

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v24i1.6502

Palavras-chave:

Multiculturalismo. Diversidade. Prática docente

Resumo

Esse trabalho propõe levantar um debate em torno dos conceitos memória, cultura(s) e diversidade e como esses conceitos estão diretamente ligados a uma perspectiva multicultural dentro da sala de aula. Portanto, pretende-se trabalhar com algumas legislações que pontuam a importância do ensino da diversidade dentro da escola, dando ao ambiente escolar a obrigatoriedade de ensinar sobre outras culturas e saberes, como a indígena e africana, já que salientam que ambas são de extrema importância para a formação nacional do brasileiro. Procura-se, no decorrer desse trabalho, apresentar uma pesquisa bibliográfica baseada a partir de Poso e Monteiro (2021), Candau e Moreira (2008), Nora (1993), Freire (1996) e Pereira (2008). Dessa forma, pode-se apresentar uma perspectiva de ensino que preze pela diversidade e respeito pelo diferente, que valorize as culturas e as memórias dos alunos, que dialogue com a realidade do alunado e que preze por formar sujeitos pensantes e críticos e não apenas indivíduos alienados pela história eurocêntrica. O resultado almejado é proporcionar um debate que interligue a importância da História para o respeito à diversidade por meio das memórias e da cultura que existe dentro do âmbito escolar e sugerir algumas práticas didáticas para que isso ocorra.

 

Biografia do Autor

Paulo Pereira, ufms

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Campus de Três Lagoas. E-mail: pauloleal97@hotmail.com

Paulo Giareta, Universidade Federal de Mato Grosso Do sul

Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Paraná - UFPR. Professor do Programa de Mestrado em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Líder do GForP - Grupo de Estudos em Formação de Professores da UFMS/CPTL. Membro do Grupo de Pesquisa Laboratório de Ensino Aprendizagem - LEA (UFMS/CPTL); Coordenador do Projeto de Pesquisa Pedagogia Universitária para Formação de Pedagogos e a Qualidade da Educação Básica - UFMS/CPTL.E-mail: paulo.giareta@ufms.br

Referências

ADORNO, Theodor Ludwig Wiesengrund. Educação após Auschwitz. In: Educação e emancipação. Tradução: W. Leo Maar, São Paulo: Editora Paz e Terra, 1995.

ASSMANN, Jan. communicative and cultural memory. In: ERLL, Astrid; NUNNING, Ansgar(ed) cultural memory studie: na international and interdiciplinary hndbook. Berlin: new work: De Gruyter, 2008.

BRASIL, Plano nacional das diretrizes curriculares nacionais para a educação das relações étnico-raciais e para o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana. Brasília: SECAD; SEPPIR, junho, 2009.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. In: Brasil. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013. p. 496-513.

BRASIL. Lei nº 10.639 de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, 23/12/1996.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Centro Gráfico, 1988

BRASIL. MEC, 2001. BRASIL. Parecer CNE/CP9/2001 - Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília: MEC, 2001.

BURKE, Peter. O que é história cultural. 2. ed. São Paulo: Zahar, 2004

CANDAU, Vera Maria; MOREIRA, Antonio Flávio. Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

CANEN, Ana; MOREIRA, Antonio Flávio Barbosa. Reflexões sobre o multiculturalismo na escola e na formação docente. Revista Educação em Debate, v. 21, n. 38, 2017.

DIALLO, Cintia Santos. A obrigatoriedade do ensino da história da África: contribuições das universidades públicas do MS. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. XIII, 2015. Paraná, Anais... Paraná: Pontifícia Universidade Católica, 2015, p. 37646-37659

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 23. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970.

GOMES, Nilma Lino. O impacto do diferente: reflexões sobre a escola e a diversidade cultural. Revista Educação em Foco, v.4, n. 4, p. 21-27, 2000.

LARAIA, Roque de Barros. Cultura um conceito antropológico. 14. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar editor, 1986.

MEINERZ, Carla Beatriz; CAIMI, Flávia Eloisa; OLIVEIRA, Sandra Regina Ferreira. O Improvável na Aula de História: sociabilidades, racialidades e modos de estar junto na escola. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 20, n. 45, p. 53-72, set./dez. 2018.

MONTEIRO, Ana Maria. Ensino de História: entre história e memória. Rio de Janeiro, Mauad editora, 2007.

MUNANGA, Kabengele. Negritude – usos e sentidos. São Paulo: Editora Ática, 1986.

NORA, Pierre. Entre Memória e História: a problemática dos lugares. Tradução: Yara Aun Khoury. In: Projeto História n. 10. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em História do Departamento de História. São Paulo, 1993.

PEREIRA, Edimilson de Almeida. Malungos na escola: questões sobre culturas afrodescendentes e educação. São Paulo: Paulinas, 2007.

POLLAK, Michael. Memória e identidade social. Conferência transcrita dada ao CPDOC, publicada postumamente em estudos históricos; v. 5. Rio de janeiro, 1992.

POSO, Fabiana de Freitas; MONTEIRO, Bruno Andrade Pinto. A perspectiva decolonial nos cursos de formação de professores: uma revisão de literatura. Revista Pedagógica, v. 23, p. 1-18, 2021.

SILVA, Neidja Virginia Felix de Santana da; ORTIZ, Carlos Eduardo do Vale; MACIEL, Rita Ferreira. Multiculturalismo no espaço escolar: Superação, respeito às diferenças sociais, culturais e étnicas. In: Simpósio Mundial de Estudos de Língua Portuguesa, VII. 2019, Pernambuco. Anais. Pernambuco: Porto de Galinhas, 2019, p. 3562-3575.

SANT´ANA, Antônio Olímpio. História e Conceitos Básicos sobre o Racismo e seus Derivados. In: MUNANGA, Kabengele (Org.). Superando o racismo na escola. 2. ed. revisada. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

SIMONINI, Gizelda Costa da Silva. O estudo da História e cultura africana e afro-brasileira no ensino fundamental (6º ao 9º ano): historiografia, currículos, formação e prática docente. (Relatório de Pesquisa) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.

Publicado

2021-12-07

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua