Identificação e compreensão de sintomas depressivos na infância em contexto escolar: desafios contemporâneos do educador

Autores

  • Marlene Nogueira Pinheiro Faculdade de Rolim de Moura – FAROL
  • Wyara Dimas Campos Sousa Faculdade de Rolim de Moura – FAROL
  • José Ricardo Teles Feitosa Universidade Federal do Paraná - UFPR
  • Eraldo Carlos Batista Pontifícia Universidade Católica - PUCRS

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v19i40.3748

Palavras-chave:

Paulo Freire, Educação Popular, Cooperativa Habitacional

Resumo

Durante muito tempo,acreditou-se que a criança não tinha depressão significativa, pensamento que se revelou bastante equivocado, porque em estudos científicos foram encontradas evidências de que a depressão ocorre pelo menos ocasionalmente entre crianças. Com base nesse ponto de vista, o presente artigo socializa um estudo cujo objetivo foi discutir sobre a importância do educador na compreensão e na identificação dos sintomas depressivos em alunos. A busca através da literatura mostrou que a depressão traz sérias consequências à vida da criança, principalmente em contexto escolar, podendo interferir na aprendizagem, pois, durante o período depressivo infantil, a perda de interesse pelas atividades que antes eram divertidas dá lugar a manifestações de mau humor constante diante dos estudos, dos jogos, das brincadeiras e dos esportes, causando significativos danos psicossociais. O estudo evidenciou estratégias que podem contribuir para a atuação do educador em sala de aula com crianças que manifestem algum tipo de comportamento específico, classificado como transtorno depressivo, e comprovou que este profissional é sujeito importante na identificação de sintomas da depressão infantil.

Biografia do Autor

Marlene Nogueira Pinheiro, Faculdade de Rolim de Moura – FAROL

Acadêmica de Psicologia da Faculdade de Rolim de Moura – FAROL

Wyara Dimas Campos Sousa, Faculdade de Rolim de Moura – FAROL

Acadêmica de Psicologia da Faculdade de Rolim de Moura – FAROL

José Ricardo Teles Feitosa, Universidade Federal do Paraná - UFPR

Doutor em Geografia Pela Universidade Federal do Paraná - UFPR

Eraldo Carlos Batista, Pontifícia Universidade Católica - PUCRS

Doutorando em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica - PUCRS, Mestre em Psicologia pela Fundação Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Especialista em Saúde Mental pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB, Docente da Faculdade São Paulo - FSP

Publicado

2017-07-24

Edição

Seção

ARTIGOS