“Prostituta, brasileira e sucesso na TV”: Gênero, Mídia e Educação

Autores

  • Vanda Aparecida da Silva Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Unochapecó

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v18i38.3396

Palavras-chave:

ceticismo, Conhecimento, Ontologia., Maria Célia Marcondes de Moraes.

Resumo

Trata-se de uma reflexão acerca da imagem, representações e discursos sobre a mulher brasileira difundidas nas mídias, e captadas em diferentes momentos, tanto em Portugal como no Brasil. A partir de mediações digitais em rede, pretendo conectar notas sobre as narrativas de homens inscritos na plataforma de encontros “Meetic”, com a entrevista e conteúdos das revistas Carta Capital e Focus. A intenção deste texto é colocar para educadores e educadoras uma temática que inclui as questões de gênero, mas, especificamente, os estigmas e os preconceitos acerca da mulher brasileira, e que poderá ser encontrado em discursos veiculados pela mídia, aparecendo em diferentes formatos, nos encontros e desencontros de culturas (CANCLINI, 1997). Sensibilizar o olhar para aspectos mais complexos dessa interação entre pessoas que circulam e contactam-se por meio do terreno virtual é colocar-se diante de um debate acerca de culturas.

Downloads

Publicado

2016-11-22

Edição

Seção

ARTIGOS