O professor diretor de turma como mediador do processo ensino-aprendizagem

Autores

  • Andrevaldo Glaidson Pereira Tavares Unochapecó

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v13i27.1316

Palavras-chave:

equipe virtual, equipes virtuais, projeto multipaíses, gerenciamento de projetos.

Resumo

Atualmente nas escolas, percebe-se, mediante a indisciplina, um discurso por parte do responsável pela educação: “o que posso fazer?” Como alternativa eficiente, o Estado do Ceará implementou o Projeto Professor Diretor de Turma (PPDT), iniciado em Portugal, o qual tornou-se primordial para a educação qualitativa. Uma das cidades  escolhidas para sediar esse projeto fora Barbalha, localizada no sul do estado, em que a economia gira em torno de um polo industrial crescente, com ênfase nos termoplásticos, nos minérios de calcário, nos fármacos e no beneficiamento e rapadura, sendo que a principal vocação da cidade ainda é a agropecuária, dentre todas as escolas estaduais a primeira a implantar o PPDT fora a Escola Estadual de Ensino Profissional Otília Correia Saraiva (EEEPOCS), criada aos 28 de julho de 2008, em que o projeto alavancou resultados inesperados nos últimos quatro anos; ao analisar o ambiente escolar é perceptível que o professor teve papel essencial nesse novo processo metodológico; tendo a família se aproximado da escola e ajudou a crescer; é visível também que o Diretor de Turma (DT) constitui uma ponte, um elo que entrelaça e aproxima o professor à família, o aluno à coordenação, o plano e a ação, o projeto e a realidade; garante que o planejamento seja individual, por área do conhecimento e valorize o projeto político pedagógico escolar, unindo forças ao Conselho Escolar e aos dirigentes administrativos, buscando pela qualidade do ensino ofertado, é fiscalizado dentre os docentes, em situações, pai/mãe dos discentes, comunga de justiça e trabalha baseado em atos, preceitos e legislação.  

Downloads

Edição

Seção

CAMINHOS ABERTOS