A formação do profissional da educação à luz da pesquisa e da narração

Autores

  • Claudecir dos Santos Unochapecó

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v12i25.1224

Palavras-chave:

Projeto civilizador, LBA, Nacionalismo

Resumo

O presente artigo tem a intenção de fazer alguns apontamentos acerca da formação do profissional da educação. Para tanto, procura mostrar a importância da pesquisa na formação desse profissional, partindo de uma reflexão sobre o conceito de narração desenvolvido pelo filósofo alemão Walter Benjamin como o conceito condutor da relação pedagógica entre professor e aluno. A conclusão de Benjamin de que “a experiência da arte de narrar está em vias de extinção” suscita diversas questões; entretanto, considerando-se o fato de que o “narrador retira da experiência o que ele conta: sua própria experiência ou a relatada pelos outros, e incorpora as coisas narradas à experiência dos seus ouvintes”, concluímos também que pensar na formação de professores narradores e pesquisadores significa acreditar não apenas na permanência da arte de narrar. Significa, sobretudo, ter a consciência de que, por meio da pesquisa, a formação dos professores será diferenciada porque poderá ser contínua. Com experiências enriquecedoras oriundas da pesquisa, a prática profissional dos professores pesquisadores-narradores será enriquecida.

Edição

Seção

ARTIGOS