“ORE E LABORE”:

O trabalho e a religião nos livros da Série Fontes na Educação Catarinense (1920-1950)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v24i1.6501

Palavras-chave:

Educação Catarinense, Série Fontes, Trabalho, Religião

Resumo

Este artigo tem como foco a Série Fontes, livros de leituras usados oficialmente nas escolas do Estado de Santa Catarina entre os anos de 1920 e 1950. A análise empreendida busca problematizar narrativas em torno do trabalho e a fé como constituintes do perfil de um bom cidadão. Para tal, foram feitas análises, nos 391 (trezentos e noventa e um) textos dos quatro livros da Série Fontes - exceto a Cartilha Popular, dos quais 54 (cinquenta e quatro) deles abordam ensinamentos religiosos. Este estudo se insere no campo de pesquisa que reconhece nesses documentos valiosas fontes/objetos para a História da Educação, pois ajudam a estabelecer novos olhares para as práticas de ensino presentes no cotidiano escolar, bem como a intencionalidade na constituição de comportamentos. As reflexões aqui permitem conhecer a disseminação do projeto civilizador republicano nas escolas. Inculcando e instruindo as crianças para o trabalho e a religião (Católica), deste modo, reproduzindo em sociedade o ideal do “bom cidadão”.

Biografia do Autor

Nicholas Cardoso Gomes da Silva, Udesc

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação (História e Historiografia da Educação) pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Membro do grupo de pesquisa em Cultura Impressa e Digital (GP-CiDi) - UDESC e do Grupo de Estudos e Pesquisas da História da Educação Catarinense: GEPHEC/HISTEDBR-SC UNISUL – Fundação Universidade do Sul de Santa Catarina. E-mail: nicholascardoso1@gmail.com

Susane da Costa Waschinewski, UDESC

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (História e Historiografia da Educação) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Membro do Grupo de pesquisa Arquivos Pessoais, Patrimônio e Educação e do Grupo de Estudos de História, Cultura Escrita e Leitura (GEHCEL/UDESC). E-mail: sucosta@unesc.net

Referências

ARAGÃO, Milena; FREITAS, Gonçalves Bueno de. Discursos morais no periódico “Folha da Escola” (1940): representações infantis. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 13, n. 26, p. 161-183, jan./jun. 2011. Disponível em: https://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/1269. Acesso em: 6 jun. 2021.

AURAS, Gladys Mary Ghizoni Teive. “Uma vez normalista, sempre normalista”: cultura escolar e produção de um habitus pedagógico (Escola Normal Catarinense – 1911/1935). Florianópolis: Insular, 2008.

BRASIL. Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil. Nós, os representantes do povo brasileiro, reunidos em Congresso Constituinte, para organizar um regime livre e democrático, estabelecemos, decretamos e promulgamos a seguinte. Rio de Janeiro: Congresso Nacional Constituinte, 1891. Disponível em:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao91.htm. Acesso em: 27 maio 2021.

CHOPPIN, Alain. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 3, p. 549-566, set./dez. 2004.

CUNHA, Idaulo José. A indústria catarinense no século XX. In: CORRÊA, Carlos Humberto Pederneiras (org.). A realidade catarinense no século XX. Florianópolis: Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, 2000. p. 275-306.

DORIA, Antonio de Sampaio. O que o cidadão deve saber: manual de instrucção cívica. São Paulo: Olegário Ribeiro & C., 1919.

FONTES, Henrique da Silva. Primeiro livro de leitura. Florianópolis: Cysne, 1920a. (Série Fontes)

FONTES, Henrique da Silva. Cartilha popular. Florianópolis: Cysne, 1920b. (Série Fontes)

FONTES, Henrique da Silva. Segundo livro de leitura. Florianópolis: Cysne, 1920c. (Série Fontes)

FONTES, Henrique da Silva. Primeiro livro de leitura. Florianópolis: Cysne, 1921. (Série Fontes)

FONTES, Henrique da Silva. Terceiro livro de leitura. Florianópolis: Cysne, 1930. (Série Fontes)

FONTES, Henrique da Silva. Quarto livro de leitura. Florianópolis: Cysne, 1936. (Série Fontes)

FONTES, Henrique da Silva. O ensino religioso nas escolas. À Época, Florianópolis, 12 jun. 1915. In: PROCHNOW, Denise de Paulo Matias. As lições da Série Fontes no contexto da Reforma Orestes Guimarães em Santa Catarina (1911-1935). 2009. Dissertação (Mestrado em Educação) – Udesc, Florianópolis, 2009.

NOSELLA, Maria de Lourdes. Chagas Deiró. As belas mentiras: a ideologia subjacente aos textos didáticos. São Paulo: Morais, 1981.

PROCHNOW, Denise de Paulo Matias. As lições da Série Fontes no contexto da Reforma Orestes Guimarães em Santa Catarina (1911-1935). 2009. Dissertação (Mestrado em Educação) – Udesc, Florianópolis, 2009.

SILVA, Nicholas Cardoso Gomes da. Série Fontes: reflexões sobre as ideologias presentes nos textos de leitura. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) – Unisul, Tubarão, 2016.

SILVA FILHO, Vidomar. A Série Didática Fontes: autoria e ato ético. 2013. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – UFSC, Florianópolis, 2013.

TEIVE, Gladys Mary Ghizoni; DALLABRIDA, Norberto. A escola da República: os grupos escolares e a modernização do ensino primário em Santa Catarina (1911-1918). Campinas: Mercado de Letras, 2011.

XAVIER, Maria Elizabete Sampaio Prado. Capitalismo e escola no Brasil: a constituição do liberalismo em ideologia educacional e as reformas do ensino (1931-1961). Campinas: Papirus, 1990.

Publicado

2021-12-07

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua