Educação ambiental política para a participação da comunidade rural nas discussões do plano municipal de saneamento básico de Novo Hamburgo-RS

Autores

  • Milena Rossetti Universidade Federal de Rio Grande
  • Vanessa Hernandez Caporlingua
  • Vanessa dos Santos Moura

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v22i0.4722

Resumo

 Este trabalho busca apresentar uma ação de Educação Ambiental (EA) que teve sua origem no seguinte problema motivador: a EA política pode auxiliar para que ocorra a participação da comunidade da área rural do município de Novo Hamburgo, estado do Rio Grande do Sul (RS), nas discussões e elaboração do seu Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB)? Para tentar responder a esta pergunta foram pensadas e realizadas quatro práxis fundamentadas nos objetivos da Carta de Belgrado e orientadas pela metodologia dialógica, a qual aposta nas interações comunicativas em busca de estabelecer um objetivo comum. Assim, os principais resultados decorrentes da ação foram a participação da comunidade nas discussões com o Poder Público para a construção do PMSB, porém a falta de poder deliberativo da população nas políticas públicas é a principal lacuna a preencher para a conquista da participação popular no exercício da cidadania. 

Biografia do Autor

Milena Rossetti, Universidade Federal de Rio Grande

Educadora Ambiental da Comusa - serviços de água e esgoto de Novo Hamburgo

Downloads

Publicado

2019-11-21

Edição

Seção

Dossiê - Educação Ambiental na América Latina: pertencimento e reconhecimento