O pensamento decolonial e o ensino de História

Autores

  • Nilton Mullet Pereira
  • Elison Antonio Paim Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v20i45.4638

Palavras-chave:

Palavras-Chaves, Gestão, Recursos Humanos, Rotatividade, Absenteísmo.

Resumo

Apresentação do dossiê.

Biografia do Autor

Elison Antonio Paim, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Maria (1986), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Professor Adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), lotado no Departamento de Metodologia de Ensino (MEN) do Centro de Educação. Vice-coordenador do Mestrado Profissional em Ensino de História. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE). Tem experiência na área de História e Educação, com ênfase em Praticas de Ensino, Experiências de Ensino. Desenvolve trabalhos de Ensino, Pesquisa nos seguintes temas: estagio; formação docente; experiencia, memória; fazer-se professor, historia; ensino de historia, memória e patrimônio cultural.

Downloads

Publicado

2018-12-31

Edição

Seção

Apresentação do Dossiê