Educação patrimonial no contexto da pedagogia histórico-crítica: concepções epistemológicas

Autores

  • Diego Geovan dos Reis UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO
  • Poliana Fabíula Cardozo UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO
  • Viviane Cristina Princival UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v22i0.4138

Palavras-chave:

teoria, prática, didática escolar.

Resumo

Este estudo analisa separadamente os embasamentos teóricos da Pedagogia Histórico-Crítica e da Educação Patrimonial para então correlacioná-los e expor como a metodologia da Educação Patrimonial pode ser compreendida e aplicada no contexto histórico-crítico. A metodologia utilizada é dialética-materialista tendo como princípio ontológico a análise epistemológica das metodologias aplicadas. Assim, uma vez analisados, os conceitos são expostos à luz da realidade material do status quo da prática educacional atual. Os resultados alcançados trazem evidência à conclusão de que não há prática de Educação Patrimonial na educação formal, nem mesmo proposições para tal. Conclui-se também que a Educação Patrimonial pode ser inserida no contexto histórico-crítico sem contraposições à sua metodologia, contribuindo para a concepção crítica de identidade cultural. 

Biografia do Autor

Diego Geovan dos Reis, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO

Graduado em Turismo pela UNICENTRO. Especialista em Metodologia do Ensino Superior pelo Centro Universitário Internacional. Mestre em Educação pela UNICENTRO. 

Poliana Fabíula Cardozo, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO

Professora adjunto do curso de Bacharelado em Turismo da UNICENTRO. Graduada em Turismo pela  UNIOESTE. Mestre em Turismo pela  UCS. Doutora em Geografia pela UFPR

Viviane Cristina Princival, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO. Graduada em Arte Educação pela UNICENTRO. Mestre em Educação pela UNICENTRO.

Referências

CARVALHO, M.P. Educação Patrimonial: uma experiência com alunos e professores no município de Vila Velha/ES. 2014. 146 f. Dissertação (Mestrado) – Curso de Mestrado Profissional em Educação em Ciências e Matemática, Instituto Federal do Espírito Santo, Vitória, 2014.

CARVALHO, M.P.; OLIVEIRA, E.A.M. Educação Patrimonial Crítica: explorando as potencialidades educativas da cidade de Vila Velha / ES. Vitória: Editora do Ifes – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, 2014.

COPELAND, T. A teacher’s guide to maths and the historic environment. London: English Heritage, 1991.

. A teacher‘s guide to geography and the historic environment. London: English Heritage, 1993.

CHOAY, F. O patrimônio em questão: antologia para um combate. Belo Horizonte: Fino Traço, 2011.

FIGUEIRA, G. K. A educação patrimonial (cultural) e o desenvolvimento sustentável do turismo. 2007. 64f. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017.

FREIRE, P. Política e educação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

GASPARIN, J. L. Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. 4 ed. Campinas: Autores Associados, 2007.

GRUNBERG, E., MONTEIRO, A. Q., HORTA, M. L. P. Guia básico da Educação Patrimonial. Rio de Janeiro: IPHAN, 1999.

GRUNBERG, E. Manual de atividades práticas de Educação Patrimonial. Brasília: IPHAN, 2007.

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Educação Patrimonial: Histórico, conceitos e proces- sos. Rio de Janeiro: IPHAN, 2014.

MAGALHÃES, L. H., ZANON, E. R., BRANCO, P. M. C. Educação Patrimonial: da teoria à prática. Londrina: Unifil, 2009.

MUNIZ, R. M. F. O direito à educação. Rio de Janeiro: Renovar, 2002.

NASCIMENTO, J. A. M. (Org.). Centros de Documen- tação e Arquivos: Acervos, Experiências e Forma- ção. São Leopoldo: Oikos, 2017.

ORWELL, G. As I Please. Manchester Evening. Manche- ster, p. 01-10. fev. 1947. Disponível em: <http://www.tele- lib.com/words/authors/O/OrwellGeorge/essay/tribune/ index.html>. Acesso em: 26 maio 2017.

SAVIANI, D. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação e política. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1989.

. Pedagogia histórico-crítica: primeiras apro- ximações. 11a ed. Campinas: Autores Associados, 2011.

SCALCON, S. À Procura da unidade psicopedagógica: articulando a psicologia histórico-cultural com a pedagogia histórico-crítica. Campinas: Autores Associados, 2002.

TRILLA, J. A educação não-formal. p. 15 – 55. In: ARANTES, V. A. (Org.). Educação Formal e Não-Formal: pontos e contrapontos. São Paulo: Summus, 2008.

VYGOTSKY, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Downloads

Publicado

2019-06-12

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua