Análise da produção científica das teses e dissertações sobre a institucionalização da educação a distância no período de 2006 a 2016

Autores

  • Rosemery Celeste Petter
  • Cristiano Maciel UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v20i44.3978

Resumo

Este trabalho tem como objetivo apresentar um panorama geral das teses e dissertações sobre a Institucionalização da Educação a Distância, realizadas no período de 2006 a 2016. Para tanto, foi utilizada metodologia de Revisão Sistemática da Literatura obedecendo na sua implementação as fases definidas no protocolo de pesquisa, consulta realizada em duas bases de dados eletrônicos: o Banco de Teses e Dissertações da Capes e a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações do IBICT. A pesquisa identificou 16 estudos, e destes foram apresentados e analisados os seguintes pormenores: identificação das pesquisas, foco temático, aporte teórico e delineamento metodológico. Os resultados revelam que ainda são poucas as pesquisas que tratam da institucionalização da Educação a Distância e que mais da metade delas foram defendidas em Programas de Pós-Graduação na área da Educação. A abordagem de pesquisa predominante é a qualitativa e o método mais utilizado, o estudo de caso. 

Biografia do Autor

Cristiano Maciel, UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

Professor Associado I do Instituto de Computação e membro do Programa de Pós-Graduação em Educação do Instituto de Educação da UFMT.

Downloads

Publicado

2018-09-07

Como Citar

PETTER, R. C.; MACIEL, C. Análise da produção científica das teses e dissertações sobre a institucionalização da educação a distância no período de 2006 a 2016. Revista Pedagógica, [S. l.], v. 20, n. 44, p. 216–237, 2018. DOI: 10.22196/rp.v20i44.3978. Disponível em: http://pegasus.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/3978. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS