Erradicação da surdez: a eugenia na escolarização dos surdos no século XIX

Autores

  • Morena Dolores Patriota da Silva Doutoranda da Faculdade de Educação - Universidade Estadual de Campinas Pedagoga do Instituto Federal do Paraná
  • Regina Maria de Souza Docente da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v20i43.3942

Palavras-chave:

Varejo Alimentar, Mix de Marketing, Alimentos Orgânicos.

Resumo

O presente artigo defende a vinculação das ideias de Alexander Graham Bell e daquelas assumidas no Congresso Internacional de Educação para Surdos de 1880 com as teses eugênicas que, no Brasil, foram organizadas e defendidas por Renato Kehl em 1923. Como metodologia, a obra A cura da fealdade, de Kehl, foi utilizada como base para a elaboração de categorias para a análise das teses de Bell e das do Congresso. Os resultados indicam a influência da eugenia na política educacional para os surdos no século XIX, com a defesa da oralização, da coibição da expansão das escolas e das associações de surdos, bem como da língua de sinais e do casamento entre surdos com o objetivo de evitar a formação de uma variedade surda da raça humana.

Biografia do Autor

Morena Dolores Patriota da Silva, Doutoranda da Faculdade de Educação - Universidade Estadual de Campinas Pedagoga do Instituto Federal do Paraná

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Londrina (2011). Mestra em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2016) e Especialista em Docência na Educação Superior pela Universidade Estadual de Londrina (2013). Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Pedagoga do Instituto Federal do Paraná, Campus Londrina.

Regina Maria de Souza, Docente da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1980), Mestre em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1986), Doutora em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (1996), Pós-doutora em Linguística pela Universidad de la Republica Uruguay (2008).

Downloads

Publicado

2018-04-30

Como Citar

DA SILVA, M. D. P.; SOUZA, R. M. de. Erradicação da surdez: a eugenia na escolarização dos surdos no século XIX. Revista Pedagógica, [S. l.], v. 20, n. 43, p. 183–201, 2018. DOI: 10.22196/rp.v20i43.3942. Disponível em: http://pegasus.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/3942. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS