Juventude e periferias urbanas: perfil, cultura e outros aspectos da vida social e afetiva

Autores

  • Adriana D'Agostini Centro de Ciências da Educação, UFSC
  • Gilberto Nogara Junior Doutorando em Educação pela UFSC
  • Luciana Pedrosa Marcassa Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina http://orcid.org/0000-0001-5313-1002

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v19i41.3785

Palavras-chave:

Avaliação Desempenho Docente. Escola Democrática. Democracia. Dominação.

Resumo

Este texto tem por objetivo identificar e discutir a relação do jovem com a apropriação e produção da cultura e com outros aspectos da vida social e afetiva. Se a vida de uma maneira geral está submetida à lógica de produção e reprodução do capital, no que tange à juventude pobre das periferias urbanas de Florianópolis a situação é ainda mais delicada, tendo em vista as mediações próprias do território sobre a experiência da juventude, e que o trabalho e as preocupações em torno da qualificação para o emprego são o centro das atenções e tomam a maior parte do tempo e dos espaços de convivência desses jovens. A constituição de uma cultura de sobrevivência, portanto, é um elemento limitador das relações sociais e afetivas da juventude pobre e da produção criativa como modo de vida. 

Biografia do Autor

Adriana D'Agostini, Centro de Ciências da Educação, UFSC

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Docente do De-partamento de Estudos Especializados em Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro de Ciências da Edu-cação da Universidade Federal de Santa Ca-tarina (PPGE/CED/UFSC).

Gilberto Nogara Junior, Doutorando em Educação pela UFSC

Mestre em Educação e Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro de Ciências da Edu-cação da Universidade Federal de Santa Ca-tarina (PPGE/CED/UFSC).

Luciana Pedrosa Marcassa, Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Do-cente do Departamento de Metodologia de Ensino e do Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro de Ciências da Educa-ção da Universidade Federal de Santa Cata-rina (PPGE/CED/UFSC).

Downloads

Publicado

2017-08-01

Edição

Seção

ARTIGOS