Discursos morais no periódico “Folha da Escola” (1940): representações infantis

Autores

  • Milena Aragão Unochapecó
  • Anamaria Gonçalves Bueno de Freitas

DOI:

https://doi.org/10.22196/rp.v13i26.1269

Palavras-chave:

auditoria, Brasil, contabilidade, fraude

Resumo

Resumo - O presente artigo investiga os discursos morais contidos em redações elaboradas por crianças entre nove e 11 anos de idade, publicadas no periódico “Folha da Escola” (1940), jornal editado pela Escola Complementar Duque de Caxias (1930). Os textos redigidos pelas crianças perpassam a temática da obediência, sinalizando consequências quanto ao não cumprimento das ordens. Tais discursos foram analisados partindo de dois eixos: conteúdo e publicação, tendo como base um diálogo com alguns dos grandes pensadores da educação que advogavam a importância da educação moral no desenvolvimento infantil como Durkheim, Herbart, Spencer, Condorcet e Norbert Elias. O texto está organizado de modo a contextualizar a Escola Complementar Duque de Caxias, seguido de considerações sobre a cultura escolar e cultura material escolar. Posteriormente, há o mergulho nas escritas infantis, com suas análises à luz dos pensadores supracitados. 

Downloads

Como Citar

ARAGÃO, M.; FREITAS, A. G. B. de. Discursos morais no periódico “Folha da Escola” (1940): representações infantis. Revista Pedagógica, [S. l.], v. 13, n. 26, p. 161–184, 2013. DOI: 10.22196/rp.v13i26.1269. Disponível em: http://pegasus.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/1269. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS