RELAÇÕES PRODUTIVAS NA PRODUÇÃO DE ARROZ PELA AGRICULTURA FAMILIAR NO PERÍMETRO IRRIGADO DO RIO LIMPOPO, MOÇAMBIQUE

Autores

  • Alex Orlando Ndava
  • Cleyzer Adrian da Cunha
  • Alcido Elenor Wander

DOI:

https://doi.org/10.22295/grifos.v31i56.6270

Palavras-chave:

Cadeia Produtiva; Cooperação; Arroz, Moçambique.

Resumo

O estudo analisou as relações contratuais entre produtores familiares de arroz e empresa privada chinesa Wanbao, no perímetro irrigado do rio Limpopo, no distrito de Chongoene, na Província de Gaza em Moçambique. Foram entrevistados 134 produtores familiares nas localidades de Chimbonhanine Sul e Chimbonhanine Norte. Inicialmente, os produtores familiares utilizam sistema convencional de plantio do arroz de baixa tecnologia, por consequência, baixa produtividade. Também se dedicavam a outras culturas agrícolas familiares na propriedade. Não obstante, com a parceria os produtores aumentaram a produtividade. Apesar disso, a relação não é de integração, haja vista que o contrato feito é de prestação de serviços. Todos os serviços técnicos e insumos (máquinas, sementes etc.) são oferecidos pela empresa e os produtores familiares fornecem apenas a mão de obra familiar. Os custos dos serviços prestados são descontados e os preços também são definidos pela empresa chinesa. Por fim, a falta de opções e outros modelos produção, fazem os produtores familiares de arroz sujeitarem ao contrato de prestação de serviços.

Referências

BROUSSEAU, E.; GLACHANT, J.M. The Economics of Contracts: Theories and Applications. Cambridge University Press. 2002.

CAMINHA, U.; LIMA, J. C. Contrato incompleto: uma perspectiva entre direito e economia para contratos de longo termo. Revista Direito GV, São Paulo 10(1), P. 155-200, JAN-JUN 2014.

CATEB, A. B.; GALLO, J. A. A. Breves considerações sobre a teoria dos contratos incompletos. 2007. Disponível em: <https://escholarship.org/uc/item/1bw6c8s9>. Acesso em: 24 Agosto. 2018.

CHUANHONG, Z.; XIAOYUN, L.; GUBO, Q.; YANLEI, W. Interpreting China-Africa Agricultural Encounters: Rhetoric and Reality in a Large Scale Rice Project in Mozambique, Future Agricultures, Working Paper 126, pp.1-17, 2015.

HART, Oliver; MOORE, John. Foundations of Incomplete Contracts. Review of Economic Studies, v. 66, n. 1, p. 115-138, 1999.

MACDONALD, J. M; KORB, P. Agricultural contracting update: contracts in 2008. Electronic report from Economic Research Service (USDA). Economic Information Bulletin, n. 35, jan., 2008. Disponível em: <https://www.ers.usda.gov/webdocs/publications/44524/5874_eib72.pdf?v=0>. Acesso em: 7 out. 2018.

MOTA, D. M., NASCIMENTO, D. A. S., & SCHMITZ, H. Mulheres com contratos de integração para a produção de dendê no Pará: redefinindo relações de gênero? Revista de Economia e Sociologia Rural, 58(3), 2020.

RAYNOLDS, L. T. Wages for wives: renegotiating gender and production relations in contract farming in the Dominican Republic. World Development, 30(5), 783-798, 2002.

SITOE, T. A. A. Agricultura familiar em Moçambique. Estratégias de desenvolvimento sustentável. Maputo, 2005.

USSIVANE, A. M. Organising partnerships for knowledge transfer in a cross-cultural agricultural context: The case of Sino-Mozambican Partnership for Rice-Farming in Southern Mozambique. Tese de Doutorado em Administração de Empresas, Universidade de Liverpool, 2017.

ZYLBERSZTAJN, D. Estruturas de Governança e Coordenação do Agribusiness: Uma Aplicação da Nova Economia das Instituições. Tese (Livre Docência) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1995.

Publicado

2021-12-17

Edição

Seção

Artigos