INVESTIGAÇÃO DO SUPORTE ORGANIZACIONAL: PERCEPÇÃO DE COLABORADORES DE UMA COOPERATIVA DO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Amanda Oliveira Ramadam Universidade Federal de Santa Maria
  • Vania de Fátima Barros Estivalete
  • Roger da Silva Wegner
  • José Adroaldo Parcianello

DOI:

https://doi.org/10.22277/rgo.v15i2.6497

Palavras-chave:

Suporte Organizacional. Cooperativas. Cooperativas Agropecuárias.

Resumo

Objetivo: Este estudo tem como objetivo elencar as prioridades referentes a percepção de suporte organizacional sob a perspectiva dos colaboradores de uma cooperativa do ramo agropecuário localizada no Rio Grande do Sul.

Método / abordagem: Realizou-se uma pesquisa quantitativa e descritiva com 262 colaboradores de uma cooperativa agropecuária. Como instrumento de coleta de dados foi utilizada a escala de Escala de Percepção de Suporte Organizacional, versão reduzida (EPSO-R), desenvolvida por Queiroga, Brandão e Borges-Andrade (2015). O método Analytic Hierarchy Process (AHP) foi utilizado com o objetivo de elencar os critérios e subcritérios mais importantes sob a percepção dos colaboradores investigados.

Principais resultados: Como principais resultados observa-se que os colaboradores priorizaram as “Práticas de promoção e recompensas”, principalmente no que concerne às recompensas simbólicas e materiais, a cooperativa preocupa-se também em garantir equipamentos e materiais necessários ao desempenho eficaz de suas tarefas e conceder gratificações aos seus colaboradores a título de participação nos lucros e resultados (PLR). Os colaboradores também priorizaram o “Suporte material ao desempenho”, esta ação demonstra que a cooperativa investigada fornece aos indivíduos um ambiente adequado e confortável para a realização das atividades rotineiras.

Contribuições metodológicas / sociais / gerenciais:  Verificou-se que a cooperativa promove o reconhecimento dos seus colaboradores e estimula o desenvolvimento de novas ideias. Dada a significância dessas organizações, nota-se a importância de compreender os elementos priorizados pelos colaboradores em relação ao suporte organizacional nas cooperativas do ramo agropecuário.

 Originalidade / relevância: Ressalta-se que essa pesquisa abre caminho para destacar a importância da temática de suporte organizacional para área de gestão de pessoas e comportamento organizacional no contexto das cooperativas.

Referências

Akgunduz, Y., Alkan, C., & Gök, Ö. A. (2018). Perceived organizational support, employee creativity and proactive personality: The mediating effect of meaning of work. Journal of Hospitality and Tourism Management, 34, 105-114.

Alcover, C. M., Chambel, M. J., Fernández, J. J., & Rodríguez, F. (2018). Perceived organizational support‐burnout‐satisfaction relationship in workers with disabilities: The moderation of family support. Scandinavian journal of psychology, 59(4), 451-461.

Almeida, L. B., Machado, E. A., Raifur, L., & Nogueira, D. R. (2009). A Utilização do orçamento como ferramenta de apoio à formulação de estratégia, de controle e de interatividade: um estudo exploratório nas cooperativas agropecuárias da região sul do Brasil. Contabilidade Vista & Revista, 20(3), 65-99.

Antonialli, L. M.; Fischmann, A. A.; Souki, G. (2003). Continuidade ou descontinuidade das estratégias: um estudo sobre a influência da eleição dos dirigentes em cooperativas agropecuárias. Encontro Nacional de Pós-Graduação em Administração - EnANPAD. Anais...

Aselage, J., & Eisenberger, R. (2003). Perceived organizational support and psychological contracts: A theoretical integration. Journal of Organizational Behavior: The International Journal of Industrial, Occupational and Organizational Psychology and Behavior, 24(5), 491-509.

Bialoskorski Neto, S. (1998) Cooperativas: economia, crescimento e estrutura de capital. 254f. Tese (Doutorado em Ciências). Escola Superior de Agricultura “Luiz Queiroz”, Universidade de São Paulo: Piracicaba.

Binotto, E., Siqueira, E. S., & Nakayama, M. K. (2009). Criação de conhecimento no Agronegócio: estudo de casos. Revista de Administração da UFSM, 2(3), 367-384.

Blau, P. M. (1964). Exchange and power in social life. New York: Wiley.

Carvalho, A. S. C. (2016). Aprendizagem de produtores rurais vinculados às cooperativas agropecuárias do Estado de Mato Grosso. 120 f. Tese (Doutorado em Administração de Empresas). Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas, Universidade Presbiteriana Mackenzie: São Paulo.

Carvalho, A. D., & Silva, B. A. R. (2017). A gestão de pessoas e o relacionamento interpessoal no cooperativismo. Revista de Carreiras e Pessoas (ReCaPe), 7(3), 139-150.

Cheney, G., Santa Cruz, I., Peredo, A. M., & Nazareno, E. (2014). Worker cooperatives as an organizational alternative: Challenges, achievements and promise in business governance and ownership. Organization, 21(5), 591-603.

Costa, L. V., Filenga, D., & Siqueira, M. M. M. (2012). O poder preditivo de percepção de justiça sobre suporte organizacional e seu impacto sobre o comprometimento afetivo. Encontro Nacional de Pós-Graduação em Administração - EnANPAD, Rio de Janeiro. Anais...

Cropanzano, R., & Mitchell, M. S. (2005). Social exchange theory: An interdisciplinary review. Journal of management, 31(6), 874-900.

Deboçã, L. P., & Hocayen-da-Silva, A. J. (2009). Aspectos de estruturação organizacional em cooperativas agropecuárias: um estudo de caso. Revista de Economia e Administração, 8(4), 391-408.

Dulac, T., Coyle-Shapiro, J. A., Henderson, D. J., & Wayne, S. J. (2008). Not all responses to breach are the same: The interconnection of social exchange and psychological contract processes in organizations. Academy of Management Journal, 51(6), 1079-1098.

Eisenberger, R., Huntington, R., Hutchison, S., & Sowa, D. (1986). Perceived organizational support. Journal of Applied Psychology, 71(3), 500-507.

Eisenberger, R., Cummings, J., Armeli, S., & Lynch, P. (1997). Perceived organizational support, discretionary treatment, and job satisfaction. Journal of Applied Psychology, 82(5), 812-820.

Eisenberger, R., Fasolo, P., & Davis-LaMastro, V. (1990). Perceived organizational support and employee diligence, commitment, and innovation. Journal of Applied Psychology, 75(1), 51-59.

Ferreira, M. A. M., & Braga, M. J. (2004). Diversificação e competitividade nas cooperativas agropecuárias. Revista de Administração Contemporânea, 8(4), 33-55.

Figueiredo, V., & Franco, M. (2018). Factors influencing cooperator satisfaction: A study applied to wine cooperatives in Portugal. Journal of Cleaner Production, 191, 15-25.

Fogaça, N. (2018). Uma Perspectiva Multinível da relação entre Desempenho, Bem-Estar, Justiça e Suporte Organizacional. 197 f. Tese (Doutorado em Administração). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade de Brasília: Brasília.

Garbers, Y., & Konradt, U. (2014). The effect of financial incentives on performance: A quantitative review of individual and team‐based financial incentives. Journal of occupational and organizational psychology, 87(1), 102-137.

Hocayen-da-Silva, A. J., Braga, M. J., Dornelas, H. L., & Faria, A. F. (2007). Gestão Organizacional em Cooperativas de Trabalho: processos de participação, comunicação e planejamento. Revista Alcance, 14(1), 49-68.

Irion, J. E. (1997). Cooperativismo e economia social. Editora STS Publicações e Serviços.

Kurtessis, J. N., Eisenberger, R., Ford, M. T., Buffardi, L. C., Stewart, K. A., & Adis, C. S. (2017). Perceived organizational support: A meta-analytic evaluation of organizational support theory. Journal of management, 43(6), 1854-1884.

Li, Z., Long, C., & Er-Yue, T. (2018). When does job insecurity lead to feedback-seeking behavior? The counterintuitive moderating role of perceived organizational support. Current Psychology, 37(4), 850-861.

Lynch, P. D., Eisenberger, R., & Armeli, S. (1999). Perceived organizational support: Inferior versus superior performance by wary employees. Journal of applied psychology, 84(4), 467-483.

Londero, P. R., & Neto, S. B. (2016). Demonstração do valor adicionado como instrumento de evidenciação do impacto econômico e social das cooperativas agropecuárias. Organizações Rurais & Agroindustriais, 18(3), 256-272.

Machado, L. S. F.; Leite, F. T. (2002). Gestão participativa nas cooperativas agropecuárias do estado do Ceará. Encontro Nacional de Pós-Graduação em Administração - EnANPAD. Anais...

Moraes, R. A. S.; Bastos, S. A. P. (2017). Associação Entre as Dimensões do Suporte Organizacional Percebido e a Intenção de Saída do Trabalho. Encontro Nacional de Pós-Graduação em Administração - EnANPAD, São Paulo. Anais.

Moreira, G. E., Oliveira, M. A. M., Lopes, A. V., & Pantoja, M. J. (2018). Concepção de suporte organizacional e intenção de rotatividade com base na literatura. Sociedade e Cultura, 21(1), 219-231.

OCB. (2019). Organização das Cooperativas Brasileiras. Anuário do Cooperativismo Brasileiro. Disponível em: <https://www.ocb.org.br/publicacao/53/anuario-do-cooperativismo-brasileiro-2019>. Acesso em: 06 jan. 2020.

OCERGS. (2019). Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul. Expressão do Cooperativismo Gaúcho 2019. Disponível em: <http://www.sescooprs.coop.br/app/uploads/2019/07/expressao-cooperativismo-gaucho-2019-07-03.pdf >. Acesso em: 06 jan. 2020.

Oliveira-Castro, G. A. D., Pilati, R., & Borges-Andrade, J. E. (1999). Percepção de suporte organizacional: desenvolvimento e validação de um questionário. Revista de Administração Contemporânea, 3(2), 29-51.

Pinho, D. B. (1982). O pensamento cooperativo e o cooperativismo Brasileiro. Manual de Cooperativismo, 3, São Paulo, Cnpq.

Queiroga, F.; Brandão, H. P.; Borges-Andrade, J. E. (2015). Escala de percepção de Suporte Organizacional – versão reduzida. In: Puente-Palacios, K., & Peixoto, A. D. L. A. (2015). Ferramentas de diagnóstico para organizações e trabalho: Um olhar a partir da psicologia. Artmed Editora.

Saaty, T. L., & Shih, H. S. (2009). Structures in decision making: On the subjective geometry of hierarchies and networks. European Journal of Operational Research, 199(3), 867-872.

Saaty, T. L. (2008). Relative measurement and its generalization in decision making why pairwise comparisons are central in mathematics for the measurement of intangible factors the analytic hierarchy/network process. RACSAM-Revista de la Real Academia de Ciencias Exactas, Fisicas y Naturales. Serie A. Matematicas, 102(2), 251-318.

Saaty, T. L. (1990). How to make a decision: the analytic hierarchy process. European journal of operational research, 48(1), 9-26.

Sant'anna, L. L., Paschoal, T., & Gosendo, E. E. M. (2012). Bem-estar no trabalho: relações com estilos de liderança e suporte para ascensão, promoção e salários. Revista de Administração Contemporânea, 16(5), 744-764.

Shore, L. M., & Tetrick, L. E. (1991). A construct validity study of the survey of perceived organizational support. Journal of applied psychology, 76(5), 637-643.

Siqueira, M. M. M., & Gomide Jr. S. (2008). Suporte no trabalho. In: Siqueira, M. M. M. (2008). Medidas do Comportamento Organizacional: Ferramentas de diagnóstico e de gestão. Porto Alegre: Artmed.

Silva, F. R., & Crubellate, J. M. (2019). Complexidade Institucional em Cooperativas de Crédito: um Estudo de Caso. Revista Gestão & Conexões, 8(1), 7-23.

Tamayo, M. R., & Tróccoli, B. T. (2002). Exaustão emocional: relações com a percepção de suporte organizacional e com as estratégias de coping no trabalho. Estudos de Psicologia (Natal), 7(1), 37-46.

Tekleab, A. G., Takeuchi, R., & Taylor, M. S. (2005). Extending the chain of relationships among organizational justice, social exchange, and employee reactions: The role of contract violations. Academy of Management journal, 48(1), 146-157.

Wegner, R. S., Battisti, A., Tontini, J., Malheiros, M. B., & Rossato, V. P. (2020). Aplicação do método analytic hierarchy process (ahp) na priorização das ações de inovações em serviços em um estudo de multicaso. Navus-Revista de Gestão e Tecnologia, 10, 01-19.

Zwick, E. (2011). Fundamentos teóricos de gestão de cooperativas. 160 f. Dissertação (Mestrado em Administração). Curso de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Lavras: Lavras.

Publicado

2022-05-10